top of page
Buscar
  • Foto do escritorDepto de MKT e Técnico

Água dura faz mal à saúde?

O que é água dura?

Dizem que a água é o solvente universal. Quer dizer: dissolve tudo.

 

A água pura não fica pura por muito tempo. Já nas nuvens, as gotículas de água dissolvem os gases da atmosfera. É claro que existem limites para a quantidade de cada coisa que ela pode absorver. Mas, se na atmosfera, tem nitrogênio, oxigênio, gás carbônico, ela absorve um pouco de cada um. Se, na atmosfera, tiver poluentes, ela absorverá os poluentes também!


Ao cair sobre o solo, ela vai absorvendo um pouco do que encontra pelo caminho.

 

A água que infiltra no solo também vai dissolvendo um pouco do que encontrar nas rochas. E aí é que ela poderá ficar dura...

 

A água subterrânea e as rochas do subsolo

 

Quando as rochas são insolúveis (e.g.: granito, gneiss, basalto), a água quase não dissolve nada.

 

A gente diz que ela é branda. Só que, de branda, ela não tem nada, porque continuará com a tendência de dissolver as coisas.

 

Os operadores dos sistemas de tratamento de água adicionam produtos químicos no final do tratamento para neutralizar a água tratada. Normalmente cal ou barrilha são acrescentados. Se isto não for feito, essa tendência de dissolver as coisas vai fazer com que a água fique agressiva, capaz dissolver os metais dos sistemas de abastecimento de água. Inclusive os da sua residência!

 

Quando as rochas são solúveis (e.g.: calcário), a água dissolve parte dela. Quanto maior a pressão da água, mais calcário ela dissolve. Quer dizer: quanto mais para o fundo do solo ela for, mais calcário ela será capaz de dissolver!

 

A gente diz que ela é dura. Quanto mais calcário ela dissolver, mais dura ela será.


E o que há de errado com a água dura?

 

Quando a água dura sai do subsolo, a pressão diminui. Aí, sua capacidade de dissolver o calcário diminui.

 

Como resultado, o calcário em excesso precipita, ou seja, sai da água.

 

No interior das cavernas, essa precipitação forma os estalagtites no teto e os estalagmites no chão.

 

Nas residências, o calcário precipitado entope ralos, crivos de chuveiros, reage com o sabão (não deixa formar espuma, aumenta seu consumo e atrapalha lavar os cabelos!

 

Nas indústrias, a precipitação do calcário ocorre também quando a temperatura da água aumenta. Aí fica perigoso: tubos obstruídos podem causar a explosão de caldeiras. Existem tratamentos específicos para evitar essa ocorrência.  

A gente diz que ela é dura. quanto mais calcário ela dissolver, mais dura ela será.


Como a dureza é medida?

 

Na realidade, a dureza é causada principalmente pela presença dos íons cálcio e magnésio (existem outros, mas esses dois são os principais, nessa ordem).

 

Ela é determinada quimicamente, através de análise de laboratório. É medida em termos de 3CaCO3​ (mas esta é outra história...)

 

Limite da dureza na água tratada

 

O padrão de potabilidade vigente no Brasil (*) admite que a dureza da água tratada pode chegar a 300 mg/L.

 

A Organização Mundial de Saúde - OMS (**) - cita o valor limite de 300 mg/L para que as pessoas não percebam sua presença, através do paladar. Mas estende esse valor para 500 mg/L, visto que algumas populações consomem água com essa dureza sem reclamações.

 

...mas faz ou não mal à saúde?


A OMS cita que o limite imposto à dureza na água para consumo humano é estético. Não se trata de valor capaz de fazer mal à saúde.

 

Na realidade, ela afirma que parece não haver nenhuma evidência convincente de que a dureza da água cause efeitos adversos em seres humanos. Em contraste, os resultados de números originários de estudos epidemiológicos sugeriram que a dureza da água pode proteger contra doenças. Contudo, os dados disponíveis são inadequados para provar qualquer associação causal (**).

 

...como assim? Detalhe esse aspecto!

 

Aí fica difícil porque, como foi dito, os dados disponíveis não são suficientes para ter certeza...

 

...mas estudos realizados em grande escala (não confirmados por estudos realizados em escala menor) relataram haver relação inversa entre dureza e doenças cardiovasculares...

 

...e resultados originários de muitos outros estudos sugeriram haver relação inversa entre dureza e anencefalia e câncer. Alguns dados sugerem que águas muito brandas, com dureza inferior a 75 mg/L, podem causar efeito adverso no balanço mineral (mas não há estudos detalhados a esse respeito).

 

Referências

 

(*) Ministério da Saúde. PORTARIA GM/MS Nº 888, DE 4 DE MAIO DE 2021 - Altera o Anexo XX da Portaria de Consolidação GM/MS nº 5, de 28 de setembro de 2017, para dispor sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Brasília, 2021.

 

(**) World Health Organization (WHO). Hardness in drinking-water - Background document for development of WHO guidelines for drinking-water quality. Originally published in Guidelines for drinking-water quality, 2nd ed. Vol. 2. Health criteria and other supporting information. Geneva, 1996.

46 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page